31 de outubro de 2008

Woody Guthrie e sua "Máquina de Matar Fascistas"



Woody Guthrie (Okemah, 5/8/1912 — Queens, 3/10/1967) é considerado um dos nomes mais importantes em toda a história da cultura popular norte-americana. Ele foi, um dos criadores da música country moderna, que ajudou a promover através de uma vida de andarilho.

Suas letras falavam por aqueles que não tinham voz na sociedade americana da época, como os negros, os caipiras, os operários e os bandidos. Bob Dylan, por exemplo, costuma dizer que, se Woody Guthrie não tivesse existido, ele nunca teria abraçado a carreira musical.

De cidade em cidade, cantando para o povo com seu violão (onde se lia, em letras grandes, "Esta máquina mata fascistas"), Guthrie viveu de maneira exatamente oposta aos superstars que conhecemos hoje. Apesar disso, sua importância na música atual é grande demais para ser medida.

Woody Guthrie foi um dos maiores compositores de música folk norteamericanaNa Primavera de 1941, às portas da Grande Depressão e de Pearl Harbor, com 28 anos, mulher, três filhos e desempregado, o baladeiro Woodrow Wilson Guthrie arranjou um trabalho temporário de um mês junto ao Ministério do Interior na Estação Elétrica de Bonneville (BPA) sobre o Rio Columbia. A ABP necessitava de um compositor folk para, através da música, promover os benefícios da construção de barragens para produzir eletricidade barata. Guthrie precisava da grana e escreveu 26 canções em 30 dias - como "Roll on Columbia" e "Pastures of Plenty".

Das centenas de canções escritas por Guthrie, "This Land is Your Land" (Esta Terra é Sua Terra) é a mais conhecida. Durante a Grande Depressão e a crise econômica dos anos 30 tornou-se cantor itinerante e em suas canções descrevia a miséria dos trabalhadores e o desenraizamento dos agricultores que tiveram de abandonar suas terras do Midwest. Ao lado de Pete Seeger, Guthrie cantou desde 1940 nos Almanac Singers, em prol da filiação dos trabalhadores nos sindicatos e contra Adolf Hitler. Datam dessa época suas primeiras gravações e memórias: Born for Glory (Nascido para a Glória, 1943), nas quais descreve seus anos de andarilho. Sua vida e sua música serviram de fonte de inspiração ao movimento hippie, tornando-se um modelo para artistas como Bob Dylan e Joan Baez.


"De cidade em cidade, cantando para o povo com seu violão (onde se lia, em letras grandes, "Esta máquina mata fascistas"), Guthrie viveu de maneira exatamente opostas aos superstars que conhecemos hoje. Apesar disso, sua importância na música atual é grande demais para ser medida." (www.whiplash.com)

Woody Guthrie e LeadbellyFoto: Woody Guthrie e Leadbelly

Caso você queira saber mais sobre esta lenda da música norte-americana, acesse os sites:
- http://www.woodyguthrie.org/ - site oficial
- http://libweb.uoregon.edu/ec/wguthrie/ - Site do documentário Roll On Columbia
-http://www.themomi.org/museum/Guthrie/index.html - Apresentação Interativa do Museu de Instrumentos Musicais

2 comentários:

  1. jenninho, estou escrevendo sobre a bluegrass do steve mcmurry, o big daddy e, como a banda gravou roll on columbia estou direcionando um link pra cá ... ok meu lindo???

    ResponderExcluir

Rock and Roll Everybody! Scubi, o Lobo do Rock agradece a sua visita! Considere a possibilidade de assinar o feed ou receber as postagens por e-mail, mas volte sempre!